Vocação significa apelo

UM CHAMAMENTO

Chamar é um gesto humano ordinário. Chamar alguém pelo seu nome torna especial este gesto humano ordinário. Todos os dias na nossa vida milhares de apelos são feitos, enviados e recebidos. Por vezes, um chamamento pode não ser ouvido por causa do barulho, da falta de atenção, da escuta selectiva ou simplesmente surdez. Este último ponto não tem importância, porque ouvir verdadeiramente um chamamento vai para lá daquilo para que são feitos os nossos ouvidos. A verdadeira escuta faz-se no coração. É a capacidade do ouvido interior do coração.

A palavra “vocação” vem da palavra latina VOCARE que significa chamar alguém pelo nome. Na tradição cristã, associamos esta palavra ao sinónimo inglês VOCATION. É preciso compreender que quando alguém chama, eu escuto. É porque estou à espera que alguém me chame. O meu ouvido ouve-o. A escuta deste chamamento exige silêncio, um tempo de calma longe do barulho de um mundo desassossegado.

Podeis perguntar: Quem chama? Que voz posso eu escutar com o ouvido interior do meu coração? Quem é capaz de me falar no coração?

Só Deus pode! Quando Ele chama, é sempre com uma voz suave, como o murmúrio de uma brisa ligeira. (1 Rs 19, 11-12). O chamamento é agradável, exigente e contudo misericordioso. Quando Deus chama, convida-nos a responder.

Deus utiliza os acontecimentos da nossa vida para nos chamar. Ele pode servir-se de uma pessoa ou de uma situação que pode ser ou não favorável. Pode escrever direito por linhas tortas. Pode falar-nos no coração ou através das diferentes vozes e pessoas do mundo que nos rodeia.

Para escutar, abra o ouvido do coração…